WhatsApp

Banner

TVC na Internet

Banner

Telefones Úteis

Redes Sociais

Concurso Nacional de Ideias para requalificação de áreas degradadas do Cocó PDF Imprimir
Qua, 05 de Julho de 2017 16:57

_MVS1049_web.jpg

 

O concurso vai selecionar os melhores projetos paisagísticos, urbanísticos e arquitetônicos para requalificar 17 áreas vulneráveis do parque. As inscrições seguem até setembro

 

Dezessete pontos de degradação espalhados pelos 1.571 hectares do Parque do Cocó receberão equipamentos de contemplação, lazer, esporte, gastronomia e educação ambiental. A ação é o ponto de partida do Concurso Nacional de Ideias, lançado pelo Governo do Ceará nesta quarta-feira (5), no Centro de Referência do Cocó, próximo ao anfiteatro do bosque. Com inscrições abertas até o dia 11 de setembro, arquitetos, urbanistas e paisagistas do Brasil e do mundo poderão propor projetos para a requalificação desses trechos. As três melhores propostas serão premiadas.

De acordo com o governador do Ceará, Camilo Santana, presente na ocasião, o lançamento do concurso já é uma continuidade da nova demarcação do parque, regulamentada em junho último após 40 anos de luta. “Vai ser uma oportunidade de divulgar o Parque do Cocó para que as pessoas possam conhecer esse grande patrimônio ambiental do povo cearense”, afirmou. A exposição dos trabalhos vencedores será feita no próximo mês de outubro. 

_MVS1030_web.jpg

 

Ainda segundo o chefe do Executivo, R$ 50 milhões foram disponibilizados para ações de intervenção no bosque, como cercamento e construção de vias paisagísticas. “Precisamos criar as condições necessárias e mais adequadas para o parque. Tudo, claro, dentro das regras, do que o Conselho Gestor e o Plano de Manejo vão exigir”, garantiu.

Para a requalificação dos primeiros 17 trechos, que somam aproximadamente 496.295 m², o Governo do Ceará, por meio da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), teve apoio e consultoria técnica do Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB-CE). Conforme aponta o secretário da Sema, Artur Bruno, outros pontos além dos previstos inicialmente também serão avaliados. “Estamos passando por mais uma etapa de luta de milhares de fortalezenses. Pela conquista, que é um marco histórico, a melhor maneira de criar equipamentos para o parque é de forma democrática”, avaliou.

Democratização do parque

A democratização da hoje Unidade de Conservação de Proteção Integral vai além de abrir o concurso para profissionais que transpassam o Ceará. De acordo com o presidente do IAB-CE, Custódio Santos, as intervenções no bosque também vão democratizar o uso do espaço. “Se conhecia o parque só na área da (avenida) Padre Antônio Tomás. Agora, vamos ter intervenção nos bairros Tancredo Neves, Aerolândia, Cidade 2000. Vão ter, também, outros trechos que serão requalificados em áreas menos nobres da Cidade”, projetou.

_MVS1031_web.jpg Custódio também afirma que os profissionais já se mostram empolgados com o Concurso Nacional de Ideias. Para ele, é instigante para os profissionais o desenvolvimento de projetos para uma das maiores áreas verdes em espaços urbanos do mundo. “É um equipamento que redesenha Fortaleza. Os arquitetos, urbanistas e paisagistas vão passar a entender a importância do Cocó na Cidade. Ele vão ver outras dimensões do parque”. 

As ideias a serem avaliadas no concurso, segundo o diretor do Parque do Cocó, Paulo Lira, vão possibilitar ao bosque ter o mesmo padrão nas áreas e bairros pelos quais ele passa – entre o Anel Viário, no limite com o município de Maracanaú, e o Caça e Pesca, na Sabiaguaba. “Com isso, esse espaço vai ter mais atrativos para os moradores da Capital e para os visitantes. O concurso vai suprir todo o nosso desejo – e eu não falo enquanto gestor, mas como cidadão do parque – de ter um Cocó cada vez melhor”. 

Mais informações

Edital, termo de referência, fotos, mapas e mais detalhes podem ser acessados no site oficial do concurso

Saiba mais

Cinco arquitetos e urbanistas de renomes local e nacional farão parte da comissão julgadora dos projetos. Os nomes, referendados pela entidade Consultora Técnica (IAB-CE), serão divulgados em breve pela Sema.

Profissionais estrangeiros só poderão se inscrever no concurso desde que sejam associados a arquitetos brasileiros.

A premiação para os três primeiros colocados serão de R$ 80 mil, R$ 50 mil e R$ 30 mil, respectivamente.

tabela-areas-do-parque.png

Fotos: Carlos Gibaja e Marcos Studart/Governo do Ceará

Reportagem: Caio Faheina
Repórter/Célula de Reportagem

 

Calendário

Julho 2017
D 2a 3a 4a 5a 6a S
25 26 27 28 29 30 1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31 1 2 3 4 5

Banner